Voltar para Notícias
12/08/2019

Projeto Café com Política do SSDPFRJ recebe e homenageia o Deputado Hugo Leal (PSD/RJ)

O Projeto Café com Política visa estreitar os laços com deputados e autoridades da cena política, para traçar estratégias e promover o intercâmbio de ideias. Desta vez, o projeto abriu as portas para o Deputado Hugo Leal (PSD), autor da emenda (transformada em destaque) que buscava diminuir os graves impactos na aposentadoria e pensão policial causados pela PEC 6 (Reforma da Previdência). O Café aconteceu, na última sexta-feira (09/08/2019), na sede do sindicato, juntamente com entidades coirmãs que integram a UPB/RJ (União dos Policiais do Brasil). Durante o evento, estratégias de convencimento junto aos Senadores foram apresentadas, e o Deputado Hugo Leal recebeu uma placa em homenagem simbólica pela sua atuação no Congresso em defesa da Segurança Pública.

O presidente em exercício da FENAPEF e vice-presidente do SSDPFRJ, Luiz Carlos Cavalcante, entregou a placa e abordou a atuação corajosa do Deputado Hugo Leal:  “A nossa categoria não tem memória curta. Tanto os que nos defenderam, como os traidores, serão eternamente lembrados por nós e pelas nossas famílias. Por isso, estamos entregando essa placa comemorativa pela atuação abnegada, corajosa, do Deputado Federal Hugo Leal (PSD). Sabemos que o resultado da PEC 6 é uma catástrofe para a segurança pública civil, mas temos que reconhecer que o Deputado teve um esforço Hercúleo que nos proporcionou um único Destaque com chances de aprovação na comissão especial. A categoria tem uma dívida de gratidão.”

 O Deputado Hugo Leal (PSD) agradeceu a homenagem e explicou que a sua luta ao lado dos policiais da UPB não se trata de defesa de privilégio, mas de uma questão de justiça, para com aqueles que, na sua própria atividade diária de trabalho, correm riscos todos os dias. “Eu, na verdade, cumpri com a Constituição. Não se trata de privilégio, mas sim de justiça; uma questão de direito. Isso me surpreende e surpreendeu a todos, pois imaginávamos que neste governo, essa questão de Segurança Pública, que estamos discutindo, entraria em uma agenda de aprimoramento, mas estamos em uma tentativa de defesa. Temos uma longa discussão pela frente, seja pelo ponto de vista jurídico, seja pelo  ponto de vista legislativo, mas estarei nesta trincheira em defesa da Segurança Pública”.

 

A proposta agora segue ao Senado e os representantes dos Policiais continuam tentando modificá-la.