Graças ao deputado Aluísio Mendes, PF recebe aporte de 50 milhões

O orçamento da Polícia Federal para 2020 recebeu um aporte adicional de R$ 50 milhões por iniciativa do deputado Aluísio Mendes (PSC-MA), que é agente e um dos maiores defensores da categoria. Nessa destinação, está incluída uma verba de R$ 10 milhões para a construção da sede da Polícia Federal no Maranhão. O parecer final da Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional foi aprovado nessa terça-feira pelo Congresso Nacional

“O Maranhão é o único estado da Federação onde não há sede própria para a Polícia Federal. Lá, os colegas trabalham em um prédio alugado que não condiz com a importância da instituição”, explicou Mendes.

Pela primeira vez, o Orçamento da União será quase que integralmente de execução obrigatória, uma vez que as emendas individuais, de bancada estadual e de comissões permanentes, também deixam de ser de livre execução.

A proposta de orçamento de 2020 feita pelo Executivo previa a destinação de R$ 11,1 bilhões para a segurança pública. Desse total, a maior parte (62,95%) será utilizada para despesas obrigatórias, como pagamento de pessoal da ativa e gastos com Previdência. Apenas 26,51% do orçamento previsto para segurança (R$ 29,4 bilhões) são de despesas discricionárias, ou seja, que podem ser utilizadas livremente pelo governo

Vale lembrar que nem todo o valor destinado para a segurança pública vai para o Ministério da Justiça e Segurança Pública, do Ministro Sérgio Moro. Uma parte é administrada pelo Ministério do Desenvolvimento Regional e há ainda uma parcela destinada à Agência Brasileira de Inteligência (Abin)

A maior fatia dos recursos destinados à segurança pública é da Polícia Federal, que fica com cerca de metade do total. Entre as prioridades que serão desenvolvidas pela PF no próximo ano com essa verba estão o custeio de operações de prevenção e repressão ao tráfico de drogas e a crimes praticados contra a União; manutenção do Sistema de Emissão de Passaportes, Controle do Tráfego Internacional e de Registro de Estrangeiros; manutenção e funcionamento do órgão; e aprimoramento institucional.