Voltar para Notícias
05/08/2019

FENAPEF marca presença no 13º Encontro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública

Policiais, pesquisadores, professores, representantes das forças de segurança civis e militares, e da sociedade civil de todo o País se reuniram no 13º Encontro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), ocorrido de 31 de julho a 2 de agosto em João Pessoa/PB, com o objetivo de debater e buscar soluções efetivas para garantir mais segurança aos cidadãos. Estiveram presentes o vice-presidente da Federação Nacional de Policiais Federais (Fenapef) e vice-presidente do SSDPFRJ, Luiz Carlos Cavalcante, Marcus Firme (diretor parlamentar da Fenapef e presidente do Sinpef-ES) e Fabrício Sabaini (diretor de Comunicação do Sinpef-ES).

“Os três dias de discussões tiveram saldo positivo, primeiramente em relação ao diagnóstico de que a segurança pública está falida no Brasil e nos últimos 20 anos pouco ou nada se avançou em termos de estruturação das polícias, e, em segundo lugar, em relação à produção de conteúdo que pode subsidiar a adoção de políticas públicas no futuro, caso haja interesse político dos governantes sobre a matéria, que foi a principal bandeira da ultima eleição de 2018, mas que até o momento, salvo raras exceções, nada indica que teremos mudanças estruturais significativas no curto e médio prazo”. O Agente da Polícia Federal Fabrício Sabaini, Diretor de Comunicação do SINPEF/ES, e mestrando em Segurança Pública considerou o encontro bastante produtivo: “Isso mostra a vontade conjunta da sociedade e policiais de encontrar soluções para o setor”.

O 13º Encontro do FBSP ofereceu um espaço qualificado para o diálogo entre os principais atores da área de segurança pública e contou ainda com a participação de gestores públicos dos estados e municípios, integrantes do sistema de justiça criminal, sociedade civil e academia. A edição atual do evento destacou as temáticas relacionadas com a estruturação do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP), a construção de articulação, integração e coordenação entre as diferentes instituições públicas do sistema e a seleção de prioridades e temas estratégicos para que o debate e as ações de segurança pública avancem no sentido da redução do crime, da violência e do medo no País.

Fonte:ASCOM Fenapef